Silêncio, paz interior.


    Sentir calma e deleitar-se do silêncio nessa rotina louca e de correrias para entrega de pesquisas na faculdade e compromissos familiares e pessoais, é como que aumentar seu nível num jogo de estratégia, subir num nível espiritual. É um dos maiores prazeres que podemos ter em vida. 
Eu costumo ser hiperativa e por causa disso acabo me perdendo nas minhas tarefas diárias, então há momentos (que tem sido mais constantes) eu paro e escuto o silêncio.

       Descrever o silêncio é o mesmo, pra mim, que tentar explicar física quântica. É complexo! (rsrs) 
E é algo tão urgente nas pessoas, elas não enxergam que é preciso parar em pequenos momentos do dia e voltar-se para a calma para não perderem o controle para não saírem de si. Olha a depressão e estresses aí! É falta de calma, de silêncio, de momentos íntimos consigo mesmo.
Sinto uma vontade tremenda de fazer muitas coisas ao mesmo tempo, de estudar, de tocar, de sair, de aproveitar os momentos, de mudar o móveis... Ufa! (rsrs) Quando sinto essa explosão de vontades sempre acabo o dia depressiva e minhas tarefas todas atrasadas, confusa. Enfim, isso me trouxe a parar e reverter esses instantes tumultuados em uma experiência com o silêncio. 

      Vi que os problemas e dificuldades estavam muito mais que me atrapalhando, me tirando do sério e o que é pior para qualquer pessoa, me tirando de mim mesma, me mudando. 

Vi, era hora de parar.

E parei, respirei. Isso é como um treinamento de uma arte milenar, e o é! Como um treino de arte marcial que você precisa controlar seu interior, buscar sua fúria e controla-la para que você venha a perder a luta e fracassar! Mesmo que você perca uma lutar física, se tiver a paz interior, o silêncio, a calma você não fracassou. Você venceu.

       Eu observo tudo e tiro fragmentos e juntos finalmente chego a uma resposta ou pelo menos uma atitude. Nada pode ser mudado sem trabalho e muita, muita, muita reflexão. 


     Eu respiro e trago meu silêncio na caminhada para faculdade, quieta na janela do quarto enquanto o mundo grita, eu estou em silêncio e posso ouvir cada coisa a minha volta, a natureza, o pulsar do meu corpo. 


Eu religo a conexão natural que temos com a natureza. 
Chamo à Deus, de forma íntima e com constância. Com amor. Converso com Ele como se eu não estivesse neste mundo mas num outro.


O silêncio trás paz, trás amor, elevação, equilíbrio. Reflexão.


Pode parecer bobo o que vou descrever agora, mas numa cena do filme "Kung Fu Panda 2", o Mestre  Shifu, numa caverna explica ao seu discípulo que a paz interior é o que ele precisa para concluir seu ensinamento para se tornar um verdadeiro Mestre. Durante o filme "Pô", passa por angústias e dúvidas sobre sua origem e personalidade até que sozinho e machucado ele pára e olha para dentro de si, e no silêncio encontra suas respostas. Ele não deixou se ser quem era ele apenas encontrou a paz interior, no silêncio na experiência finalmente ele pode viver bem. 


Se até mesmo grandes pessoas, santos e estudiosos tiveram seus melhores trabalhos e encontro pessoal no silêncio. Eu também busco. 
Lembro que São Francisco de Assis passou muito tempo sozinho, se retirou para reflexão e encontro íntimo com Deus, ele teve grandes frutos, recebeu dons.
Jesus Cristo, precisou retirar-se por quarenta dias no deserto para encontrar sua paz e assim suportar a provação que estava pra acontecer.
Quando vou a um retiro um dos momentos ápice rsrs é o deserto! Quietude e a paz interior. 

Tenho um vídeo no meu pc que gosto de ouvi. É magnífico, a letra:

"Silêncio"
Madredeus

Assim
pouco a pouco
escolhi
O presente silêncio

Silêncio
tão pouco querido
oh, derradeiro momento

Silêncio
Momento
Silêncio



Enjoy the silence. "Desfrute do silêncio"


Share this:

JOIN CONVERSATION

2 Comentários:

  1. HUMMMMMMMMM... MUITO BOA ESSA SUA REFLEXÃO ALINE. É NO SILÊNCIO, NA SOLIDÃO E ÀS VEZ\ES ATÉ NA ESCURIDÃO QUE ENCONTRAMOS RESPOSTAS E SOLUÇÕES PARA TODAS AS NOSSAS DÚVIDAS. E QUE VENHAM OS DESERTOS!

    DEPOIS PASSA LÁ:
    http://thebigdogtales.blogspot.com.br/2012/05/convocacao-do-lobisomem-parte-01.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. opa Murilão, valeu. ^^
      São nesses e em outros momentos que encontramos respostas e muitas vezes até mais perguntas. rsrs
      Mas é sempre bom refletir sobre nós mesmos.
      Volta sempre Mu. =)

      Excluir

Faça uma blogueira feliz, comente. respondo todos os comentários com carinho obrigada pela sua visita. =D