Calma e só.


Eu olhei ao redor e não havia nada.
Somente a calmaria e a brisa tocava minha pele.
Eu fitava os pássaros voarem. Como também queria poder voar.

Eu estava sozinha e ali eu podia ser totalmente eu mesma que não teria ninguém para me julgar.
Mas, também fazia frio e ninguém estava por perto para me aquecer,
eu o esperava por horas, em vão.
E tudo que eu tinha era a certeza de que ele não viria.
E estava certa.
Não veio.



Em junho de 2011. Por Aline Fontes.

Share this:

JOIN CONVERSATION

6 Comentários:

  1. Muito, Muito bom. Gostei

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Aline, vc escreve muito bem, lindo texto!
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Pri, obrigada. Gentileza sua.
      Por sinal, sou fá do seu blog. Sempre dou uma olhada nas suas artes rs =)

      Excluir

Faça uma blogueira feliz, comente. respondo todos os comentários com carinho obrigada pela sua visita. =D